terça-feira, 6 de julho de 2010

VERSOS LIVRES # 07

Neste blog estou disponibilizando o conteúdo das edições do fanzine Versos Livres, editado em Guarulhos, São Paulo, cujo objetivo é a divulgação de poesias. No post de hoje, poemas e textos extraídos de livros enviados para o fanzine Versos Livres e publicados na edição nº 07 .

VERSOSLIVRES 7

DAQUI A POUCO
André Arruda.

Daqui a pouco não será mais hoje
E o que fizemos nós da vida ?
Olhamo-nos, mas não nos vimos
Conhecemo-nos
mas não nos encontramos
Com pessoas convivemos
Mas, como tais, não as reconhecemos
Do amor, só falamos não o sentimos
Nem sequer experimentamos
Daqui a pouco não será mais hoje
E o que a vida fará de nós ?

Do livro FRANCO POEMAS de André Arruda.

-

RÉPLICA
Denise Teixeira Viana.

Porque foste o meu verso versado de dor
Porque fosse o meu corpo a réplica óbvia
Do teu ( corpo )
Porque foste o latejar das bebidas
Recíprocas escoriações de colos e vincos
Não e não me queiras selada avulsa
Invicta ( como quem expulsa juízo )
em vésperas de regozijo e sodomas
Nem me vejas regrada pacífica açucarada
Nas tuas neuroses como em odes duvidar
De enteados e escleroses da frieza
E não me despir neófita e convulsa
Para esmiuçar a nitidez dos teus pesadelos

Do livro ARTE E MANHA-Denise Teixeira Viana.
Contato : Caixa Postal 11052 - RJ—22022
http://www.deniseteixeiraviana.com.br

-

MATA

mataEFEITOS 
Selmo Vasconcelos.

Hoje me matas violentamente
com este machado
Mas, amanhã das minhas flores
te farão uma coroa
E do meu caule tua urna mortuária.

Do livro RESQUÍCIOS PONDERADOS de Selmo Vasconcelos.
http://antologiamomentoliterocultural.blogspot.com/2010/01/selmo-vasconcellos-entrevista.html

-

OUTROS LIVROS RECEBIDOS

Filosovendo a vida .Poemas. Maria do Socorro Xavier.
Nossa Gente, Nossa Arte 2 .Poemas.Antologia Cultural Cooperarte.
Catarse de Cartomante. Crônicas. Anita Costa Prado.
Painel Brasileiro de Novos Talentos. Antologia Poética. Camâra Brasileira de Jovens Escritores.
Armas e Bagagens. Poesia. Denise Teixeira Viana
Impressão. Poesia . Cecília Fidelli
A Poesia das Palavras. Poesia. Maurílio de Jesus Ferreira.
Pedaços de Heranças.
Crônicas .Contos . Poesia. Leila Biagioni dos Reis .

-

."[...] ler não é só caminhar sobre as palavras, e também não é voar sobre as palavras. Ler é reescrever o que estamos lendo. [...] Não devemos nos submeter ao texto, ser submissos diante do texto. A questão é brigar com o texto, apesar de amá-lo [...]" FREIRE, Paulo; SHOR, Ira. Medo e ousadia: cotidiano do professor. Tradução Adriana Lopez. Revisão técnica Lólio Lourenço de Oliveira. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1986, p. 15. Prefácio: O sonho do professor sobre a educação libertadora. (Coleção Educação e Comunicação, 18).

!

Nenhum comentário:

Postar um comentário