segunda-feira, 11 de outubro de 2010

VERSOS LIVRES # 31 -

versos31

CRÔNICA

Nosso post de hoje , traz mais uma crônica que foi publicada no suplemento "DOIS", do Versos Livres nº 31.
Trata-se de uma crônica de Regina Menezes Loureiro, de Vitória, Espirito Santo. 
-
É O IMAGINÁRIO QUE FAZ O QUE A GENTE É

literatura

Regina Menezes Loureiro

Em que medida a literatura pode contribuir para a formação intelectual de um cidadão?
A obra literária tem significado pedagógico e político? E o romance também se constitui em objeto de análise e reflexão para a construção do caráter de um povo?
Literatura é qualquer uso estético da linguagem. Como a primavera, a literatura faz desabrochar as flores da naturez:a humana que existem em cada um de nós. E como se fosse um sonho para criar o futuro.
É emoção que não se guarda. A literatura está sempre a serviço da vida.
A linguagem plena de rebuscamento literário com pensamentos harmoniosamente concatenados pela prosa, rima e ritmo retrata o ambiente social e psicológico de uma época e aproxima a obra dos costumes da comunidade de onde se originou e da que a adotou.
A literatura é para ser legal, divertida, bacana, engraçada, emocionante:.. não pode ser teste de memória. É elo entre gerações, é registro de sentimentos e vivências. É o fruto que se colhe na vida que se leva.
Como pássaro que voa através de séculos cantando seu canto e traz na voz o silêncio de suas entranhas, a literatura descreve tragédias e conquistas para desnudar amores e paixões..
Ao admirar uma paisagem ou descrever um episódio, imaginário ou não, o autor interioriza imagens, experimenta sensações, se educa e também transforma o que resultou em obra literária cheia de vida e arte, pronta para ser usada.
O escritor que investiga o seu íntimo e preserva o útil e o bom esparge maná para os corações sensíveis de leitores que se apropriam do escrito, absorve conteúdos, transforma e se educa.
Tenho a convicção de que é grande a responsabilidade da família e da escola. Por isto estes educadores devem sempre oferecer o que há de melhor para seus filhos e alunos. Só assim eles serão seres pensantes e sensíveis, críticos e exigentes, capazes e com história própria para transmitir.
__________________

Um trecho desta crônica foi publicada no Versos Livres nº 31. Regina é editora do jornal "As Acadêmicas", juntamente com Maria José Menezes.  O endereço de "As Acadêmicas" é R. Chafic Murad, 54 - Ed. Paraná, apto 702 - Bento Ferreira - Vitória - ES. email: loureiro@tribunaonline.com.br 

VERSOS31DOIS  

Um comentário:

  1. Concocrdo, a boa leitura é um alicerce na construção de cidadãos capazes, cientes e
    conscientes de seus deveres e obrigações para o engrandecimento de um pais mais justo e igualitário. bjs

    ResponderExcluir