quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

VERSOS LIVRES # 21 - SEGUNDA PARTE

Neste blog estou disponibilizando o conteúdo do fanzine Versos Livres, editado em Guarulhos. No post de hoje, mais alguns textos publicados  na edição nº 21.

VERSOS 21PAINT

TROVAS João Batista Serra
Só está faltando eu fazer
uma simpatia qualquer
para que eu possa esquecer
quem eu amo e não me quer

Parece que ainda estou vendo
o que me doeu demais
o aceno dela,dizendo :
- adeus, até nunca mais.

Minha vida tão modesta
falta de amor não reclama;
se alguém,ali,me detesta,
mais adiante alguém me ama.

sonhei contigo,formosa
te amei com muito carinho !
- sonho,a mais bonita rosa,
- pesadelo, agudo espinho

João Batista Serra é de Caucaia/CE e editor do jornal  "O Patusco".O endereço do jornal  é Caixa Postal 95- Caucaia- CE - 61.600-000
-
LER É ENRIQUECER O VIVER ! Angelo Augusto Ferreira
A dádiva do dom
precisa ser amada
velada
cultuada
A mente sempre instigada
mexida
incomodada.

A genialidade
precisa ser aproveitada
valorizada
Nunca esquecida
posta de lado

O hábito de ler
Pode crer :
- enriquece o viver.
Não deixe a mente
coitada
distraída
poupada
parada
Sem saber nada !

Angelo é editor de  Pró-Dons, o jornal da poesia
Caixa Postal 4515 - Uberlândia - MG  - 38400.977

-
POEMA NENHUMTom

Árido
Como peixe ao sol

Ácido
Como a zona morta
Entre a parabólica
e o pára-raios

Funerário,
feito a cama
Eternamente posta
Para o Amante
Inexistente

Poema extraído do livro  "Crônicas Poéticas & Poesia Crônica" .
Conheça o meu amigo Tom ,no blog 
http://paredesteto.blogspot.com
imagesCA8DZ187
PRIMAVERA DE EDUARDO Tom
No mês de setembro ,
Juliano , que prefere
ser chamado de Eduardo ,
transou com
um motorista de táxi,
um vendedor de crack ,
um bêbado ,
um cantor decadente ,
um trocador de ônibus ,
um pedreiro ,
um feirante
e um vigia de prédio .

Nenhum deles
foi ao seu enterro ,
mas inexplicavelmente
seu túmulo permanece florido
no mês de setembro ...

Esse é um dos poemas que eu mais gosto do Tom. Publiquei vários nas outras edições do Versos.
-ROADS
Jorge Domingos

Ler e reler
As Preces Gays de Walt Whitman
Aonde me levará ?

Essa tempestade de versos
Todos esses livros na estante
Todos esses poetas suicidas
E escritores mortos ,
Aonde me levarão ?

Aonde me levas , Mishima ?
Ao gume do sabre como saída ?
Aos peixes retalhados curtidos
Nas salmouras de tua alma ?
Enlaces de Chá e Porcelana ?
Tardes cinzentas diante de Jardins de Budas?

Seja onde for que for Aonde ,
Aonde me levas , Kerouack ?
A um Road-Movie sem rota ?
Às auto-estradas de mim ?

E para onde me levais , Deus ?
Se são tantos os Escritos dos Profetas , Papiros ,
Pergaminhos , Tábuas , Manuscritos ,
Palavras Sagradas Esculpidas,
Pedras Decifradas...
Se são tantas as Lendas e Mentiras
e o Palpável apenas Abstrato.

Jorge Domingos é de Petropólis/RJ . Jorge é colunista do jornal O Capital, editado por Ilma Fontes e tem um blog muito legal. Vale a pena a visita : http://sofilmecult.blogspot.com . Contato:  kadjabadja@hotmail.com

- MOURISCA Ane Walsh
Esmerilho
a lâmina
do alfanje
considerando
o instrumento
seu corte

Amolo
a ferramenta da Morte
pr'aparar a relva

Ao tomar do cabo
compreendo
de repente
que a Vida é canhota

E
embora pareça sinistra
A Morte
É
Destra

A grande Ane Walsh é de Cambuquira/MG . Esse poema foi extraído do livro   "Crônicas Poéticas & Poesia Crônica" , que ela publicou juntamente com o Tom e o Jorge Domingos. Por essas pequenas amostras já deu pra sacar o nível do livro.  Contato : anewalsh@hotmail.com_____

E prá terminar o post de hoje, uma frase de Sam Keen : " Passamos a amar não quando encontramos uma pessoa perfeita, mas quando aprendemos a ver e aceitar as suas imperfeições."

2 comentários:

  1. Antonio, sei que demorei um pouco. Mas, estou seguindo os Versos Livres, e a poetica emocionantes e as rimas metrificadas. Um abraço de verdade

    ResponderExcluir
  2. Bacana Touché.
    Gostei do blog, e dos versos que acabo de ler.

    Ah, hoje é dia do grito, vamos gritar forte:
    Viva a poesia!

    Aquele abraço querido!

    ResponderExcluir