sexta-feira, 30 de abril de 2010


Correspondências Recebidas

Gente querida : O post de hoje é sobre algumas correspondências recebidas ,de diversas partes do país.

FANZINE SILÊNCIO ATROZ - Inicio o post com o registro do recebimento da carta de Kleide Keite, que gentilmente me enviou o zine "Silêncio Atroz",editado por ela, uma publicação que traz apenas poemas. Do zine, destaco o poema Canção, de Christina Rossetti : " Em minha sepultura/Ó meu amor,não plantes/nem cipreste nem rosas/nem tristemente cantes/Sê como a erva dos túmulos/que o orvalho umedece/E se quiseres, lembra-te/Se quiseres, esquece" . De Salvador/Bahia.

COTIPORÃ CULTURAL – Da cidade de Cotiporã/RS , recebo a publicação "Cotiporã Cultural", editada por Adão Wons, que tem por objetivo "o incentivo a cultura sem fins lucrativos" e que tem o apoio cultural da Prefeitura de Coitiporã. Entre os poetas ali publicados, temos o excelente Larí Franceschetto, com seu poema "Aquático" : "Diante de ti/sou vontade de ir mais longe/Teu corpo espumejante/vasto, insinuante/é vasto ensinamento/de não anoitecer sozinho".

POSTAL CLUBE (Amizade com Poesia) O Jornalzinho - Igualmente acuso o recebimento de "O Jornalzinho", informativo bimestral do Postal Clube, editado em São Gonçalo/ RJ , por Araci Barreto. Da publicação, registro o poema Eros, de Beatriz Dutra : " Amor/nascido do/ovo da Noite/ que flutuava /no Caos /com suas setas/ e tochas;/atingia e tocava/ tudo,/espargindo vida/ e alegria./Desde ontem/até sempre.

VIVÊNCIAS -
A minha amiga Glenda Maier , da Associação dos Poetas Profissionais do Rio de Janeiro envia daquela cidade o informativo Vivências, editado por ela mesma. Inclusive é de sua autoria, o poema Sabedoria, que registro aqui : " E por mais diferentes/e ferrenhos que sejam os sonhos/não dogmatize/aceite sempre a possibilidade/de alguém sonhar diferente de você".

A VOZ DA POESIA - Vindo do bairro de Mirandopólis, da cidade de São Paulo, agradeço o envio do jornal "A Voz da Poesia", órgão de divulgação do Movimento Poético Nacional, cujos redatores são Adriano Augusto da Costa Filho , Walter Argento e Frances de Azevedo e que tem como Diretor Responsável, o Dr. Silva Barreto. Da edição nº 83, destaco uma trova de Luís Roberto Marcondes de Oliveira, de Ribeirão Preto/ SP : " Sou filho do infinito/apenas triste conflito/de átomos em atrito:/sou efêmero,finito".

"Eu cruzo sem tristeza o espaço que me resta, descubro mil verdades não imaginadas"( Ives Gandra da Silva Martins) . Por hoje é só, abraços a todos. Paz e poesia !!!









































































    terça-feira, 27 de abril de 2010

    VERSOS LIVRES nº 03 – Parte três


    Neste blog estou disponibilizando todas as edições do fanzine Versos Livres, editado em Guarulhos, São Paulo, cujo objetivo é a divulgação de poesias. Versos Livres é uma publicação alternativa, de participação e distribuição gratuitas, de periodicidade inconstante. Contato: Touchétouche.sp@uol.com.br 

    Além de poemas de autores novos e conhecidos, essa edição #o3, do Versos Livres ,trazia ainda as colunas “Intercâmbio”, com informações e registro de recebimento de publicações e livros da imprensa alternativa ; e “Amostra Grátis”, com trechos de livros recebidos.

    INTERCÂMBIO
    1- Recomendamos que conheçam o trabalho da Academia Poética da E.M. Vila Felipe, que proporciona às crianças entrarem em contato com a poesia.Aceitam colaborações e apoio. Vale a pena. Contatos : Catarina Maul -Rua .24 de Maio, 04- Centro- Petropólis- RJ-CEP 25.640 –000
    2 - RECEBEMOS E AGRADECEMOS – Catarse de Cartomante - Anita Costa Prado. * Informativo Centro de Cultura Social * Informativo BAKUNIN- Cubatão –SP

    AMOSTRA GRÁTIS

    " `Quando acabei a narração, Mariã estava excitada, observava curiosa a ferida e chegou a tocar com o dedo a casquinha./ - Ainda dói ?/- Não dói nada - disse mentindo./ Com receio que aquele momento se desfizesse, fiz uma coisa que não faria nem para o meu melhor amigo, peguei o chineisinho e dei para Mariã./- Fica prá você, é seu./ Mariã me olhava surpreendida. Seria verdade ? Pensava. Ela pegou o balão como se não quisesse tocá-lo de tanto cuidado. Depois de olhar para ele um tempo aproximou-o do peito./- Não vou deixar que ninguém bula com ele. Vai para a minha caixinha preciosa./ ..Abraçada ao pequeno balão, Mariã reclinou a cabeça, abaixou-a até que seus lábios tocaram a ferida no meu joelho e beijou-a . Quando seus olhos reencontraram novamente os meus, que deviam estar enormemente abertos, ela sorriu./ -É para sarar mais depressa./ Senti uma leve tontura, algo semelhante ao que sentiria um balão,se pudesse sentir o momento em que perde todo o contato com a terra. Queria fugir e ao mesmo tempo ficar ali para sempre.( Resíduos -David Oscar Vaz- Ateliê Editorial-Al. Cassaquera, 982- S. Caetano do Sul -SP - CEP 09560-101) http://diplo.uol.com.br/_David-Oscar-Vaz_

    -
    "A cartomancia e a quiromancia têm fortes vínculos com o místico povo cigano, que desde a Antiguidade tem nas videntes uma boa fonte de renda./ Pessoas amigas, no início do meu trabalho como cartomante profissional, sugeriram que eu deveria usar roupas que lembrassem trajes ciganos, sugestão que descartei totalmente, por não querer ostentar uma imagem irreal. / Não se avalia o caráter e a competência do profissional místico pela roupa usada./ O aspecto do local onde a consulta ocorre também não tem grande importância, embora uma decoração esotérica ou exótica impressione a clientela./ Ficou convencionado que o médico se veste de branco, o árbitro de futebol de preto e assim por diante, mas a roupagem não caracteriza competência, necessariamente. ( Catarse de Cartomante - Anita Costa Prado - CP 20020 - CEP 02597-970 -SP)

    OUTROS 
    Essa edição do fanzine trazia ainda poemas de Paulo Leminsky , Bruna Lombardi , Adélia Prado ,Cecília Meirelles , Adriana Calcanhoto, Rita Lee e Roberto de Carvalho , Mário de Sá Carneiro Augusto de Campos e Thiago de Mello-

    EXPEDIENTE
    Versos Livres é um informativo de poesia,com distribuição gratuíta e mensal .

    Colaboração - CARD & CIA - Computação Gráfica – Edição - Antonio Luiz Lopes ( Touché) - Tiragem : 1.000 exemplares

    quinta-feira, 22 de abril de 2010

    VERSOS LIVRES 03 – parte dois

    Neste blog estou disponibilizando todas as edições do fanzine Versos Livres, editado em Guarulhos, São Paulo, cujo objetivo é a divulgação de poesias.
    Versos Livres é uma publicação alternativa, de participação e distribuição gratuitas, de periodicidade inconstante. Contato: Touché –
    touche.sp@uol.com.br

    VERSOS LIVRES nº 03 – PARTE DOIS

    VERSOS LIVRES 03 CAPA JPEG
    -

    EDITORIAL ( 02 )

    Esta edição de Maio é dedicada às mulheres. Porque Maio é o mês do Trabalho e das Mães. Delas. Poetisas. Borboletas que pousaram em nossos Versos .Porque a poesia é mulher. A gente corre atrás do prejuízo. Se é que você me entende..( Editor – Versos Livres)

    -

    BRASIL ( BRASILS)
    Sebastião Teodoro Salomão

    Cabem no Brasil todos os países da Europa,incluindo as Repúblicas Európeias Não Russas da União Soviética : Ucranea, Bielorussia, Lituania,, Letoania e Estonia.. Cabem e sobram dentro do território nacional .

    O Brasil tem 8.511,965 km ². A Europa,( menos a Rússia ) mede quase 7.000.000 km ². Na área restante, caberiam quase quatro Alemanhas ou mais quinze Portugais. Brasil tem vinte e cinco Estados .

    Brasil tem montanhas, flora, bosques, vales, oceanos, mares, rios, praias, deserto e fauna. Brasil tem mais de cem grupos tribais .

    Brasil acolheu imigrantes italianos, espanhóis, franceses, turcos, japoneses , chineses, judeus e outros.

    Brasil acolheu em cativeiros homens, mulheres e crianças negras do continente africano.

    A miscigenação é nacional..Há antipatia o discriminação étnicas..Brasil tem profissionais, técnicos, cientistas, autodidatas.

    Brasil tem escolas técnicas e faculdades, mas pouco ensino gratuíto.

    Brasil tem homens, mulheres, crianças e idosos. Brasil tem gente rica e muitas outras pobres .

    Brasil, tem gente saudável e muitos doentes. Brasil tem gente alegre e gente triste.

    Brasil tem gente que ama a si e ao semelhante . Brasil tem gente boa e gente ruim . Brasil tem gente sábia, intelectual, artistas.

    Brasil é agricultura, pecuária, extrativista vegetal animal, mineral, industrial, tecnológico, está em desenvolvimento .

    Brasil tem mais de dez Partidos Políticos..Brasil se caracteriza por nação democrática.Brasil tem milhões de pessoas que são patriotas.

    Quando em época de eleição o voto não é facultativo. Paga-se multa quando não vai a urna..

    Brasil tem mais de cinquenta e dois impostos ao povo . Brasil tem ICMS, imposto , conta de energia elétrica em ênfase à todos os cidadãos, que rende bilhões de reais.

    Brasil tem IPTU, imposto que não permite ser dono de sua propriedade.

    Brasil tem belezas, maravilhas, feiuras e mistérios.

    (Sebastião é da cidade de Embu – SP e admirador de Shakespeare)

    -

    EXTASE
    Laércio Zaramela

    E, sem relutar, deixo que o vento libere e
    leve meus pensamentos :
    que percorram todas as ilhas vazias deste mundo...

    Sou folha levada pelo vento ;
    caída e estorricada
    pelo sol abrasador do verão tropical
    do meu país : resquício de humo
    que um dia foi semente .

    (Rancharia- SP)

    -

    OUTONO
    6439parque 
    Touché

    Recebi o outono em uma tarde sem alegria
    Trouxe uma leve brisa e uma doce melancolia .
    Suas primeiras folhas vieram com gosto de mar
    (Tristeza e agonia, por sentir o tempo passar...)

    Estendi-o sobre a cidade e o acharam lindo...
    Todos os que o olharam, seguiram sorrindo...
    Alguns disseram que o Outono é ótimo para caminhar .
    Outros preferiram refletir e questionar

    Há os que preferiram ir para as praças e ficar observando
    as folhas caírem e admirar as árvores se desnudando
    Outros apenas quiseram se preparar para o inverno
    e começar a renovar o guarda roupa (os vestidos e os ternos)

    Eu fiquei observando o Outono que recebi naquele dia,
    e sem saber o que fazer com ele ,
    naquela tarde triste,escrevi uma poesia...

    (Guarulhos- SP - http://poetasdeguarulhoseoutrosversos.zip.net)

    -

    PASSEIO NO PARQUE
    Francisco A. Nascimento

    A tarde esperta
    rolava nas águas
    correntes nos lagos...

    E uma flor silvestre
    na tarde arranhava
    e perfumava o vento...

    O mato osculeia
    na pálpebra o céu
    molhado de outubro..

    E um tronco suave
    no meio da mata
    acolheu e recolheu
    os dois corpos queimando
    a chama da paixão.

    (Goiânia/Goiás)

    -

    poesia-300x300

    HOJE SOU POETA
    Gil

    Hoje sou poeta , faço versos que encantam
    Choro triste o amor perdido.
    Quero a bela, sempre presente,
    Lembro com saudades, dos teus cabelos.

    Teus olhos cristalinos cintilam ainda
    ante meus olhos cansados.
    E eu... Eu te amo ainda.

    Sinto no peito saudades dos carinhos teus.
    Sinto na boca o sabor ardente
    dos beijos que trocamos.
    Teus cabelos ainda estão em minhas mãos.

    Amo ainda a cálida forma
    A suavidade do teu corpo
    A cristalina e alva suavidade de tuas mãos.
    me apaixonam ainda os carinhos teus.

    Saudades... Só saudades restaram,
    Saudades do que fomos
    Saudades de você. Te amo ainda.

    (Gil é um dos poetas de Guarulhos/SP)

    -

    AMOR E MORTE
    José Manuel Viveiros

    dável
    formi
    cida
    apare

    (Zé Manuel foi jornalista ,ator e poeta de Guarulhos)

    quinta-feira, 15 de abril de 2010


    Recebemos e estamos divulgando o Regulamento do VI Concurso Newton Braga de Poemas, da ACL. .
    ____________________________________
    Academia Cachoeirense de Letras
    Reconhecida de Utilidade Pública
    Rua CeI. Francisco Braga, 71 - Sala 1101- Ed. ltapuã
    Centro - 29300-220 - Cachoeiro de ltapemirim – ES
    http://http://www.academiacl.com.br/ - soares.cdl@terra.com.br
    _____________________________________________________

    VI CONCURSO NEWTON BRAGA DE POEMAS
    A Academia Cachoeirense de Letras (ACL) promove o VI CONCURSO NEWTON BRAGA DE POEMAS, em nivel nacional, com o objetivo de incentivar e divulgar a produção literária, e, principalmente, despertar o gosto pela poesia, de acordo com o seguinte
    REGULAMENTO:
    1. O tema é de livre escolha, podendo cada concorrente inscrever até 2 (dois) trabalhos inéditos, separadamente, de, no máximo, 2 (duas) laudas, datilografados ou digitados, em 3 (três) vias e em espaço 2 (dois), vedada a participação dos membros efetivos da ACL.
    2. Com os trabalhos deverá seguir um envelope menor lacrado, constando, em sua parte externa, o título da obra e o pseudônimo; e, na parte interna, uma ficha de inscrição do autor, contendo; nome completo, pseudônimo, título da obra, endereço (com CEP), número de documento de identidade, data do nascimento, telefone para contato (com DDD) e e-mail (se houver).
    3. A remessa dos trabalhos, sem qualquer identificação, deverá ser feita para:
    Academia Cachoeirense de Letras - VI CONCURSO NEWTON BRAGA DE POEMAS - Rua CeL Francisco Braga, 71 - Sala 1101 - Ed. ltapuã - Centro - CEP 29300-220 - Cachoeiro de ltapemirim - ES, valendo o carimbo postal como data de inscrição.
    4. O prazo de entrega terminará no dia 12 (doze) de maio, correspondendo à inscrição a simples remessa ou entrega dos trabalhos, ficando implicita a concordância dos candidatos às disposições deste Regulamento, sendo os casos omissos resolvidos pela Diretoria da ACL, cujas.decisões serão irrecorríveis.
    5. Os poemas serão julgados por uma Comissão constituída por Membros Efetivos da Academia ou intelectuais por ela indicados, desde que não tenham participado do Concurso, não havendo, em nenhuma hipótese, devolução dos trabalhos remetidos, reservando-se a Academia o direito de não conceder as premiaçães anunciadas, caso não sejam os poemas examinados merecedores de tais distinções.
    6. Havendo 2 (dois) trabalhos do mesmo candidato, se an1bos forem classificados, só será considerado o que obtiver a maior nota.
    7. Na classificação geral, se houver empate, prevalecerá o trabalho do concorrente mais idoso.
    8. Os 3 (três) melhores concorrentes receberão, em sessão solene da Academia, em dia, horário e local a serem definidos, além de medalhas e diplomas, prêmios em dinheiro, que são os seguintes: 1° lugar - R$ 800,00 (oitocentos reais); 2° lugarR$ 600,00 (seiscentos reais); 3° lugar - R$ 400,00 (quatrocentos reais), sendo os vencedores avisados com antecedência, podendo a Academia publicar os melhores trabalhos, com a citação do nome do autor. -  Cachoeiro de Itapemirim, 12 de março de 2010.

    VISiTE O SITE DA ACL – http://www.academiacl.com.br/

    Informações adicionais: soares.cdl@terra.com.br
    SOLIMAR SOARES DA SILVA- Presidente da Academia Cachoeirense de Letras

    terça-feira, 6 de abril de 2010

    VERSOS LIVRES # 03


    Neste blog estou disponibilizando todas as edições do fanzine Versos Livres, editado em Guarulhos, São Paulo, cujo objetivo é a divulgação de poesias. Versos Livres é uma publicação alternativa, de participação e distribuição gratuitas, de periodicidade inconstante.
    Contato: Touché – touche.sp@uol.com.br

    No post de hoje, a primeira parte do conteúdo do Versos Livres nº 03
    VERSOS LIVRES 03 CAPA JPEG 
    VERSOS LIVRES nº 03
    ­­­­­­­­­­­­­-
    EDITORIAL
    O que é escrever ? É não existir. Minhas personagens precisam de respeito e atenção, eu não : eu já não mais existo.Elas são independentes, cada qual tem sua cara, seu jeito, seu cheiro. E eu sou apenas a parteira que as fizeram nascer para o mundo.
    (Rosana Rocha Siqueira - Santos - SP )

    -

    ANATOMIA
    Anita Costa Prado

    Somos iguais
    Na anatomia
    E quem diria..
    Iguais se atraem !
    Cultivamos paz,
    Amor e alegria:
    Tristeza e agonia
    de fraqueza caem.

    Quero só você
    como companhia
    Quem não sabia
    já sabe demais

    Gente a mais
    de pouca valia
    Tem a mania
    de querer
    sempre mais...

    São Paulo – SP
    Saiba mais sobre Anita
    aqui :

    -

    POESIA
    Valéria Litvac

    O poema vem nos claros da lua cheia.
    Na água que pinga da torneira
    No susto da brisa que acaricia o rosto
    Com mãos de anjo. Vem quando
    estou submersa e nada escuto.
    O silêncio, os tons verdes, escrevem
    na palma da inércia

    Mais informações sobre Valéria,
    veja aqui :

    -

    SEREI A POESIA, VOCÊ ; A RIMA
    Jussara

    Preciso bailar lentamente ao som da melodia
    Do amor infinito que refletes em meu ser
    Quero viver no embalo das valsas,
    Dos poemas feitos de você e prá você...

    Desejar que as letras sejam feitas apenas
    e tão simplesmente de mim e de você..

    E cada batida que passar a soar,
    seja um motivo revelador de fortes emoções.
    Sonhos de amor, sem nenhum desalento..

    Suspiros bem presentes ecoando num novo cântico.
    Numa só alma, como um só encanto.

    Sentimentos lindos que invadem em silêncio
    Toda solidão do passado distante,
    Derriçando nossas lágrimas
    entre milhões de lindas gotas em fantasias.

    Misturas de amor,
    que ronda afugentar toda uma tristeza
    Numa saudosa cantiga de ninar alucinante
    Palavras que se encontram linha a linha
    renovando no pronunciar paixão

    Sem mais dor do desamor,
    nas frases que se perdem numa dança sensual .
    As sílabas se desenvolvem aprimorando
    abranger toda busca...

    Tudo define-se em alguns instantes
    por uma razão ou outra,
    na qual ambos seremos semelhantes e eternos..

    Numa marchinha lenta,
    o reencontro se faz pleno
    e lemos trechos do mesmo refrão,
    textos feitos de nós mesmos,
    momentos de alerta.

    Tudo, que hoje nos conduz para a luz !

    Serei eu então,
    a dádiva marcada pelos próprios poemas..
    Você, a rima inspirada
    De , e em cada página encantada...

    A poetisa Jussara, de cujo sobrenome eu infelizmente não lembro, é da bela cidade de Catanduva – São Paulo

    -

    ANSIEDADE
    Ciça B. de Lima

    Ah, esta saudade louca que me entorta a vida
    Que me franze a testa ,me deforma o rosto
    mostrando pro mundo o meu mau humor....

    Ah, esta saudade doida demoliu meu tudo
    e esta ansiedade triste reduziu-me a zero
    E dentro da cova do meu peito escuro
    Meu coração mole se faz de duro
    batendo forçado prá sobreviver

    Ah, a tua ausência me envolve a calma
    e a minha ansiedade triste continua.

    Sem mais castelos de areia ,
    sem mais palhoça no alto da serra
    sem mais sonhos coloridos , sem currículos
    sem retratos nos jornais , sem coquetéis de luxo
    sem esquema, sem sistemas sociais..

    Ah, esta vontade de te ver de perto
    Este soluço chato que não pára nunca
    Este sono besta que não aparece
    Esta fome triste que desaparece

    Ah, se eu pudesse agora me mudar prá lua.
    ou tomar uns drinques , encher meu vazio
    e fazer de conta que nunca te amei !

    Ciça é uma das poetisas de Guarulhos – SP.
    Conheça mais sobre o trabalho dela,
    no meu outro blog :

    -

    VOU-ME EMBORA DESSA RUA
    Raimundo D’Magalhães

    Vou - me embora dessa rua
    Porque ela não é mais minha rua
    Está mudada, se veste ,se pinta
    Mas está sempre nua..

    Na minha história...
    Diante da minha memória..
    Vou-me embora dessa rua.

    Vou- me embora...
    Vizinho que eu desconheço..
    Pois ela, não é mais minha rua..
    É tua... Pois tem o teu endereço..

    Raimundo é de Pará – PA
    Pertence à Academia Cachoeirense de Letras

    -

    POESIA
    Valdeli Vila Nova

    O POETA INSISTE E FAZ VERSOS
    VERSOS QUE QUEREM UM LIVRO
    VERSOS QUE SONHAM NA DURA
    REALIDADE DA GAVETA VERSOS
    DE AMOR VERSOS DE SAL VERSOS
    DE SOL VERSOS DE FOME VERSOS
    DE CHUVA VERSOS DE TERRA SECA
    VERSOS QUE QUEREM TREMULAR

    Valdeli é um dos poetas de Guarulhos – SP, autor do livro Licença para a Vida .
    Saiba mais sobre ele,no
    Estante Virtual e no PdG

     

     

    -