terça-feira, 8 de março de 2011

VERSOS LIVRES # 32 -OITAVA PARTE

Em homenagem ao  Dia Internacional das Mulheres, na oitava parte das postagens do conteúdo  do Versos # 32, poemas de Liliam Maul , Suely Braga  e  Adriana Ribeiro Vieira. Temos ainda Luiz Fernandes da Silva,Touché e  Harley Meireles . Todos desejando um  Feliz Dia das Mulheres. 


VERSOS 32

desabrochando
liliam maul

flor tímida
meu amor se abre
sob o sol do teu olhar

http://lilianmt.zip.net

.

SEM TÍTULO
Luiz Fernandes da Silva

Busco em mim
solidão perdida
Noite transformada em pássaro,
o tempo imaginário
na vertigem do sonho.
Busco a imagem perdida
na paisagem da praça ensolarada.
Navego no mar sobre os poentes
e ouço o canto das gaivotas.
Há no murmúrio das águas,
cantos raros e o mar plantado
em minha memória.

Luiz é de João Pessoa, PB. Seus poemas estão publicados em diversas publicações alternativas. Saiba mais em 
http://www.usinadeletras.com.br/exibelotexto.php?cod=135363&cat=Poesias&vinda=S

-

LIMITES
Touché

Ultrapasso limites nos poemas
Que invento. Ignoro meridianos
E paralelos. Busco em ilhas de
memórias um sol que nunca se põe

touche.sp@uol.com.br


4-passos-para-conseguir-seus-objetivos-1-6-13 

SEM TÍTULO
Harley Meireles

recubro meus passos
com caminhos
já percorridos
descubro espaços
onde ainda
cabem alguns sonhos

Meirelles é de São Paulo. Confira a entrevista dele no blog do amigo Selmo Vasconcelos : http://antologiamomentoliterocultural.blogspot.com/2010/11/harley-meireles-entrevista-n-281.html

-

A GOTA
Suely Braga

A gota rola na face
não é colírio
não é orvalho
A gota é uma 1ágrima
vertida
sentida
que expressa dor
ou alegria.
A gota mergulha no oceano
das emoções
das angústias
dos corações

Suely mora em um bairro poético, no Rio ,  Bairro Caiu
do Céu , em  0sório . Saiba mais sobre ela em 
http://aeln.org/escritora-suely-braga-fala-sobre-a-vida-literaria-em-osorio/

-

SEM TÍTULO
Adriana Ribeiro Vieira

Eu te adoro, amigo Jesus
porque o Senhor veio até mim
trazendo aos meus olhos luz,
uma fé sem fim,

Os meus passos sempre conduz
e quando erro,
me ama mesmo assim
tirando o peso da minha cruz.

Eu te adoro, amigo Jesus
e até quando estou desanimada
a minha alma agradece,
pois ao ler a Bíblia Sagrada
a Sua palavra me fortalece.

Eu te adoro, amigo Jesus
e o meu coração obedece
ao vigiar, orar e jejuar
logo que amanhece
E com o tempo me traz
muitas bênçãos, perdão e paz.

Eu te adoro, amigo Jesus
porque só o Senhor foi capaz
de sofrer no meu lugar,
por isso louvo ao Senhor
e sobre suas obras quero pregar
cada instante melhor

e se caem minhas lágrimas
são lágrimas de amor
ao glorificá-lo, meu Salvador.

A gaúcha Adriana é da cidade de Poá e uma das mais ativas colaboradoras do Versos Livres. Já publiquei muitas poesias dela.
Adriana integra a Sociedade Partenon Literário
.
Saiba mais em
http://www.partenonliterario.com.br.

Nenhum comentário:

Postar um comentário