quarta-feira, 13 de julho de 2011

VERSOS LIVRES 17 - PARTE SEIS

No post de hoje, poemas extraídos do fanzine Versos Livres, edição 17 e alguns poemas recebidos por email .  Este blog e a nossa publicação estão abertos à textos e sugestões. Nosso email é touche.sp@uol.com.br

versos 17

BUSCA DE MIM
Gílmar Soares Franco

Onde te escondes?
Eis que em vão clamemos
suspirando e erguendo as mãos em  vão.
Já a voz enrouquece e o coração está cansado.
Já desesperamos.
Por céu, por mar, por terra procuramos.
O espírito que enche a solidão,
só a própria voz
na imensidão fatigada nos volve.
Não te achamos.
Céus e terra, clamai.
Aonde?
Mas o antigo espírito só responde
em tom de grande tédio e pesar.
Não nos queixeis  ó filhos da ansiedade,
eu mesmo,  desde toda a eternidade,
também me busco a mim.
E nunca me encontrei.

Guarulhos, SP

-

I LOVE YOU
Élmantos

Quero deleitar carinhosamente
nos teus mais secretos desejos
Esmaecer de tanto prazer
Amar- te até o dia amanhecer

Reencontrar nos teus mais profundos sentimentos
Uma única iguaria para nos acalentar eternamente
Ultrapassar os limites de nossas realidades
Resgatar uma a uma nossas felicidades.

E ainda violentar o tempo
De braços dados com o mundo
Tirarmos glórias do nosso amor profundo
Buscar no universo  uma gota d’água do oceano
E assim todos os dias e durante todo ano
C’ est mon amour
I love you! 

Élmantos é de Embu das Artes,SP, onde, por algum tempo, trabalhou na Secretaria de Cultura da Prefeitura de Embu.
http://ceciliafidelli.blogspot.com/2011/02/cecilia-fidelli-e-o-poeta-elmantos.html

-

O AMIGO
Reneé Cardoso Fontenele

E então, foi-me concedido o ensejo
não posso mais o meu coração enlutar
Em alcova, taciturno, eu só desejo
poder uma formosa crônica declamar

Proferir aos céus, aos mares, noites e dias,
Que minh´alma ,outrora, de mim sorria.
Hoje,contíguo a mim, o Imagens Fugidias,
do cauto, amigo e exímio João Maria.

E assim, minhas primícias e o presente
vivem juntos, com uma tal razão.
Busquei um amigo, excelso amigo João,
Probo,incontestável e, sim, perfulgente.

http://pt.wikipedia.org/wiki/Renne%C3%A9_Cardoso_Fontenele

391101489_01e89d45ca_o
ENCONTRO
Lia-Rosa Reuse

..... O encontro se fez conforme determinara
o destino.., mas destino não existia! Então, o encontro se fez conforme  determinara
o acaso.. .mas o acaso era uma questão !
Então, o encontro se fez porque ultrapassou a inexistência do destino e era a resposta para a questão do acaso, como para todas as
questões, porque era um encontro de Amor...

in LeReLer - LiReLiRe
www.lereler-lirelire.org
http://www.reuseliarrosa.net/

-

ONIPOTÊNCIA
Alaorpoeta

Quando criança brincávamos
de ser gente importante
do mundo dos adultos.
Um dia fui Deus...
Enquanto José erguia cidades
Maria trocava fraldas
eu abobalhava uma formiga
numa caixa de fósforos redonda
azul vista do espaço
e dizia: - Comece a rezar!
Deixava um curto escape
de liberdade. Mas advertia:
- Só quando eu quiser!
Então a formiga, sempre,
porque era formiga
e não sabia o que fazia
desafiava pelo orifício
seu cérebro de saudade
e com olhos de finitude
lograva a consciência
na guilhotina de Deus.
Nunca entendi o despropósito
daqueles seres ínfimos
a corroer minhas dúvidas
porque jamais me deixaram
brincar de ser formiga.
Quando cresci
virei formiga de verdade.

http://alaorpoeta.blogspot.com/

-

POETRIX
Harley Meireles

no vôo dos pássaros
já fui vento
quem sabe ao certo
tempestade
ou apenas
sopro

http://antologiamomentoliterocultural.blogspot.com/2010/11/harley-meireles-entrevista-n-281.html

2 comentários:

  1. Alimentamos nossas almas então, um no blog do outro.


    Ô Antonio, um querido você!

    Um abração!

    ResponderExcluir
  2. .


    Eu tenho, sob sete chaves, aprisionada
    a minha alma. Tenho os olhos macerados
    por detrás desse portão. Abro o peito
    à esperança. Abre o sol por sobre a
    masmorra da indiferença dos que tentam
    mas não podem aprisionar os versos que
    componho enquanto sangra neste espaço
    úmido o meu coração.

    silvioafonso.







    .

    ResponderExcluir