quarta-feira, 10 de agosto de 2011

VERSOS LIVRES 17 - PARTE DEZ


No post de hoje, poemas extraídos do fanzine Versos Livres, edição 17. Alguns poemas enviados por Alaor Poeta e Arethuza Vianna e um link para o meu outro blog com informações sobre livros enviados para a redação do Versos Livres.

versos 17

PIERCING
Flávio Machado

a menina enfeita o umbigo
com pedras brilhantes
para iluminar o caminho
dos desejos.

Blog Domínio Público 
http://poesiasflavio.blog.uol.com.br

-

NOITE SEM LUA
Aparecida M. de Barros

O vôo da suindara
terminou na gelosia
Quebrada.
O pio sinistro
faz dueto
com soluço da madrugada.
Na intimidade
dos sentimentos
ressaltam ímpetos
macerados,
já próximos a serem
cortados pelo desligamento:
uma ponta distanciando,
outra,
lágrimas segurando.
O zéfiro
fala baixo...

Jundiaí - SP
( in “ A serenata, o luar e a saudade)

-

DESCAMINHO
Djanira Pio

Que sensação
É essa que chega sem aviso
E aperta minha alma ?

in "Papo e Poesia ", publicação alternativa editada por algum tempo por Manoel Gomes  . Mais informações sobre a talentosa Djanira em http://www.ube.org.br/biografias-detalhe.asp?ID=241

- curso_otimizacao_de_tempo

FORA  DO TEMPO
alaorpoeta

Há tempo perdi a vontade do meu tempo!
Ando à esparavela e pressinto o movimento
do sopro do vento na face o passatempo
capenga de quem abandonou o argumento.

Por que cogitar que sou senhor dos meus versos,
dos meus livros, meus filhos, meu juízo, meus...
incertos abrir e fechar olhos imersos
na alvorada fugaz se escondendo do adeus.

Estou-me nas tintas para ladrar à lua
como o sono de morte do mendigo na rua
pouco me importa estancar ou não a goteira.

Há tempo perdi a vontade do meu tempo!
Quem quiser obrar que vá eu paro e contemplo
na estrada das almas vou ficando poeira.

http://alaorpoeta.blogspot.com/2010/11/fora-do-tempo.html

-

MEU CIÚME
Arethuza Viana

Uma inquietação
me faz tão egoísta,
se te afastas,
ou te perco de vista,
se desconheço
o lugar aonde vais...

A imaginação solta
me domina,
com ciúme
a dor me desatina
em palavras
e atitudes banais...

Esse ciúme
me toma, me adoece,
por acreditar
que alguém se aquece
no teu abraço
tão gostoso e terno...

E por não me livrar
dessa droga que domina,
que em desespero
me desatina,
faço da tua e minha vida
um verdadeiro inferno!

http://doceamor2.blogspot.com/

-

LIVROS RECEBIDOS

Confira, no blog Poetas de Guarulhos e Outros Versos, informações sobre o livro Perfil 2002, da APPERJ , ………AQUI ..........

Nenhum comentário:

Postar um comentário