domingo, 18 de dezembro de 2011

VERSOS LIVRES Nº 33 - PARTE NOVE

No post de hoje, alguns poemas publicados na edição nº 33, do fanzine Versos Livres, editado em Guarulhos, SP. Versos Livres é aperiódico, de distribuição gratuíta. Críticas, textos e sugestões podem ser enviadas para o meu email : touche.sp@uol.com.br

CORDEL

cordel345

Não há segundo sem primeiro
Esta é a Lei do Universo
Ficar longe da poesia
é coisa que não disperso
Assim como o Salgado
Um poeta Obstinado
Alimenta do seu verso

Há quem goste do Rogério
Também há quem o detesta
Rogério é agitador
Sobre isto ninguém contesta
Sua lida é de vitória
Já faz parte da história
como um mágico poeta

Olegário Alfredo

Essas são as últimas estrofes do cordel "Rogério Salgado, O Poeta Obstinado Que Não Deixa a Poesia Descansar ".  Publicado na edição nº 33, do fanzine Versos Livres, editado em Guarulhos, SP.

Confira uma entrevista de  Olegário em http://borrachalioteca.blogspot.com/2011/05/cordelteca-olegario-alfredo-no-terra-de.html . Saiba mais em http://www.olegarioalfredo.com.br

Publico abaixo , uma pequena amostra do trabalho de Rogério.

-

CONCEITO

conceito 3456

Sou o que representa
a febre, a dor
a expressão exata
a corda que desata
todos os nós acorrentados
aos conceitos do que
querem que a poesia seja.

Canto a canção ferida
daquilo que é doido

tenho olhos de vidros partidos
e a imensidão de compor.

Não me estabeleço
amanheço, entardeço, anoiteço
na forma mais concreta.

(Para Otávio de Campos ).

Rogério Salgado

Poema publicado na edição nº 33, do fanzine Versos Livres, editado em Guarulhos/ SP. Rogério é Belo Horizonte/MG . Juntamente com Virgilene Araújo, é responsável pelo evento Belô Poético, referência no movimento cultural independente. Saiba mais em http://letrasecanaviais.blogspot.com/2011/07/o-quinto-belo-poetico-organizado-por.html

Saiba mais sobre  Rogério Salgado em http://artistasencena.blogspot.com/
http://www.psiupoetico.com.br/blog/rogerio-salgado/
http://www.antoniomiranda.com.br/poesia_brasis/minas_gerais/rogerio_salgados.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário