terça-feira, 17 de janeiro de 2012

INVESTIGAÇÃO

INVESTIGACAO

Procurei-te
nas avenidas, praças, ruas,
bares, boates, bairros,
becos da cidade.
Procurei-te
à beira do asfalto
no pão escasso à mesa
na dor dos descalços
no parapeito das janelas
nos dias de deserto,
no deserto das palavras.
Procurei-te
água límpida
entre pedras de riacho.
Procurei-te
onde silêncio
mostra face,
deixa marcas.
E simplesmente
era em mim
que moravas.

Larí Franceschetto
in: "Espelho das Águas"

NO POST de hoje,  um  poema extraído do livro "Espelho das águas", do poeta gaúcho Larí Franceschetto, que foi enviado gentilmente pelo autor, à redação do fanzine Versos Livres .  Outras mostras do trabalho do Larí serão publicadas em postagens posteriores.

Digitalizar0006

ESPELHO DAS ÁGUAS  é o primeiro livro solo do poeta Larí Franceschetto, de Veranopolis - RS. Com editoria e composição de Suliani Editografia Ltda. Composto de 176 pg a obra trás toda essência do poeta da terra da Longevidade. O livro foi publicado por intermédio do Fundo Pró-cultura de Veranópolis e abrange somente o gênero poesia. Tem orelhas assinadas pelo 'ex-patrono da feira do livro de Porto Alegre, 2005', o historiador, editor e escritor Frei Rovilio Costa. A capa é de autoria da artista plástica Maria Salete Martinelli.

CONTATOS com o autor : Rua João Leivas de Carvalho, 98 - Veranópolis, RS , Cep 95330.000 - fone: (54) 3441.7732.

SAIBA MAIS  sobre o premiado poeta gaúcho em
http://antologiamomentoliterocultural.blogspot.com/2011/01/lari-franceschetto-entrevista-n-293.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário