sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

DESENCONTRO

 

silencio2

Dou-te rosas vermelhas
de todas as cores
que o perfume tem.
Dou-te minhas melhores histórias
de luas, de ruas, de relvas
que a vida tem.
Dou-te um coração
cheio de estrelas, de árvores,
de romãs e naves.
Dou-te também
meu olhar triste
porque o frio é triste.

Porque não vens
aquecer o sonho ?

Larí Franceschetto
in: "Espelho das Águas"
-
Esse poema do post de hoje foi extraído do livro "Espelho das águas", do poeta gaúcho Larí Franceschetto.
-
Digitalizar0006 Espelho das Águas é o primeiro livro solo do poeta Larí Franceschetto, de Veranopolis - RS. Com editoria e composição de Suliani Editografia Ltda. Composto de 176 pg a obra trás toda essência do poeta da terra da Longevidade. O livro foi publicado por intermédio do Fundo Pró-cultura de Veranópolis e abrange somente o gênero poesia. Tem orelhas assinadas pelo 'ex-patrono da feira do livro de Porto Alegre, 2005', o historiador, editor e escritor Frei Rovilio Costa. A capa é de autoria da artista plástica Maria Salete Martinelli.
-
Contatos com o autor : Rua João Leivas de Carvalho, 98 - Veranópolis, RS , Cep 95330.000 - fone: (54) 3441.7732.
-
Saiba mais sobre o premiado poeta gaúcho em
http://antologiamomentoliterocultural.blogspot.com/2011/01/lari-franceschetto-entrevista-n-293.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário