quarta-feira, 7 de março de 2012

UNO

sonho

Às vezes, o sonho
é persistir do pensamento
martelo presente após a dor

A dor vencida pasma o dia.

Que bate asas no arrebol
que palavra alguma contém.

Êta ! Poeta
que alumia sombras
poeta,que assoma
o que a alma tem.

A você, o sonho
rende vitória
nem vida, nem morte
o detém !!

Hamilton Vieira
São Miguel Arcanjo/SP

Publicado no fanzine Versos Livres nº 28.

Nenhum comentário:

Postar um comentário