sábado, 21 de abril de 2012

VII CONCURSO RUBEM BRAGA DE CRÔNICAS

simbolo_pequenino A Academia Cachoeirense de Letras (ACL) promove o VII CONCURSO RUBEM BRAGA DE CRÔNICAS, em nível nacional, com o objetivo de incentivar e divulgar a produção literária, e, principalmente, despertar o gosto pela linguagem escrita, em prosa, de acordo com o seguinte

REGULAMENTO:

1.    O tema é de livre escolha, podendo cada concorrente inscrever até 2 (dois) trabalhos inéditos, separadamente, datilografados ou digitados, em 3 (três) vias e em espaço 2 (dois),  vedada a participação dos membros efetivos da ACL.

2.    Com os trabalhos deverá seguir um envelope menor lacrado, constando, em sua parte externa, o título da obra e o pseudônimo; e, na parte interna, uma ficha de inscrição do autor, contendo: nome completo, pseudônimo, título da obra, endereço (com CEP), número de documento de identidade, data do nascimento, telefone para contato (com DDD) e e-mail (se houver).

3.    A remessa dos trabalhos, sem qualquer identificação, deverá ser feita para: Academia Cachoeirense de Letras – VII CONCURSO RUBEM BRAGA DE CRÔNICAS – Rua Cel. Francisco Braga, 71 – Sala 1101 – Ed. Itapuã – Centro – CEP 29300-220 - Cachoeiro de Itapemirim (ES), valendo o carimbo postal como data de inscrição.

4.    O prazo de entrega terminará no dia 27 de maio, correspondendo à inscrição a simples remessa ou entrega dos trabalhos, ficando implícita a concordância dos candidatos às disposições deste Regulamento, sendo os casos omissos resolvidos pela Diretoria da ACL, cujas decisões serão irrecorríveis.

5.    As crônicas serão julgadas por uma Comissão constituída por Membros Efetivos da Academia ou intelectuais por ela indicados, desde que não tenham participado do Concurso, não havendo, em nenhuma hipótese, devolução dos trabalhos remetidos, reservando-se a Academia o direito de não conceder as premiações anunciadas, caso não sejam as crônicas examinadas merecedoras de tais distinções.

6.    Havendo 2 (dois) trabalhos do mesmo candidato, se ambos forem classificados, só será considerado o que obtiver a maior nota.

7.    Na classificação geral, se houver empate, prevalecerá o trabalho do concorrente mais idoso.

8.    Os 3 (três) melhores concorrentes receberão, em sessão solene da Academia, em dia, horário e local a serem definidos, além de medalhas e diplomas, prêmios em dinheiro, que são os seguintes: 1º  lugar – R$ 800,00 (oitocentos reais); 2º  lugar – R$ 600,00 (seiscentos reais); 3º  lugar – R$ 400,00 (quatrocentos reais), sendo os vencedores avisados com antecedência, podendo a Academia publicar os melhores trabalhos, com a citação do nome do autor.

Cachoeiro de Itapemirim, 27 de março de 2012.
SOLIMAR SOARES DA SILVA - 
Presidente da Academia Cachoeirense de Letras
-
Academia Cachoeirense de Letras, reconhecida de Utilidade Pública
Rua Cel. Francisco Braga, 71 – Sala 1101 – Ed. Itapuã - 29300-220 - Cachoeiro de Itapemirim – Espírito Santo - 
http://www.academiacl.com.br
-
Mais informações poderão ser fornecidas pelo amigo Solimar através do email soares.cdi@terra.com.br

cachoeiro

Vista parcial da cidade de Cachoeiro de Itapemirim, Espírito Santo, terra do Solimar, do Rubem Braga e de Roberto Carlos, entre outros..

Nenhum comentário:

Postar um comentário