sexta-feira, 6 de julho de 2012

LÁGRIMAS E TERRA

sertao-vai-virar-mar-caf31

Toda terra
tem um resistente grito !
Escuta-o quem a sente
de amor infinito !

Toda terra
tem o brado dos seus mortos,
filhos ou não !

Raízes,pele,ossos; caídos
Adubando-a de chão a chão !

Na negritude dos seres marcados!
Nas emboscadas febris do poder!

Raimundo D'Magalhães

Ananindeua,Belém,PA

Poema publicado na edição nº 22 ,da publicação cultural "Versos Livres", de Guarulhos,SP.

Nenhum comentário:

Postar um comentário