sexta-feira, 23 de novembro de 2012

PASSEIO NOTURNO

elaNathalie-Mulero-Fougeras_9_500_500

Ela veio,entrou no carro,encostou-se no assento,me pegou de jeito e deu um suspiro : - como passei aperto,bem !...Quase não deu prá vir...Eu não disse nada,passei a marcha,acelerei,o carro começou a andar,chovia,chovia muito naquela hora,liguei o pára-brisa,ela quis acender aquela luzinha de dentro que eu acho uma porcaria,não deixei,tirou o braço sem graça,fingiu que tava danada,depois deu de ombros, pôs a mão no rosto e ficou assim como se estivesse dormindo. Eu parei o carro,cheguei prá perto dela e comecei a beijar sem parar a sua orelhinha furada.

P.J. Ribeiro

in: "Interlocutando"

publicado na edição nº 27 do fanzine cultural Versos Livres

P. J. RIBEIRO tem contos e poemas publicados em diversas revistas e jornais, como Literatura – Revista do Escritor Brasileiro. Reside em Juiz de Fora (MG). Alguns livros, como Vida Rebelde, de 2001.

Saiba mais em http://portalcataguases.com.br/portal/index.php/2009/10/24/sobre-p-j-ribeiro-titulo-a-descobrir/

Ilustração : Nathalie Mulero

Nenhum comentário:

Postar um comentário