quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

VOZ

papeisvec3a7lhos Glenda Maier

Qualquer um de nós que enfrente uma fila,um hospital público (e,às vezes,um hospital particular),que precise tirar algum documento para legalizar seja o que for,enfim,onde esperamos ter um assunto resolvido, ouviremos mil vozes reclamando. Reclamações de todos os tipos e constantes. Voz desperdiçada !

Inesperadamente,o Brasil ouve a Voz de uma menina-moça, Isabela Faber, de Santa Catarina,que exausta de ver os desmandos que aconteciam em sua escola,fez uso da "voz eletrônica" e criou um blog onde decidiu criticar as escolas públicas em geral e fotografar e comentar sobre todos os problemass enfrentados pelos alunos de sua própria escola.Em sua palavras: "Estou fazendo essa página sozinha prá mostrar a verdade sobre as escolas públicas.Quero o melhor não só para mim,mas para todos"

O endereço da página de Isabela no Facebook é
http://www.facebook.com/DiariodeClasseSC

Essa é a voz que deve ser levantada. Para começar,devemos levantar nossas vozes em nossos lares,mostrando os limites entre o certo e o errado;as diferenças entre carinho e agressão;os prazeres e os problemas advindos do sexo,deixando clara a diferença entre sexo e promiscuidade.

Podemos fazer isto nas escolas de nossos filhos - normalmente a preocupação dos pais é apenas relativa às notas - vocês já pararam para pensar que a vida não 'dá notas' ? Será que na escola do seu filho a palavra RESPEITO é conhecida ? Seu filho sofreu ou proporciona estas cenas conhecidas como bullying,que nada mais é do que o total desrespeito pela pessoa humana?

Você já visitou as instalações sanitárias da escola onde seu filho estuda? Conhece o teor do lanche oferecido na escola?

Em nossas comunidades,quer de favelas ou condomínios de luxo,nós nos preocupamos com a preservação das áreas verdes ? Lutamos para que seja implantada uma medida para a coleta de lixo seletivo? Verificamos se os funcionários estão sendo pagos de forma justa?

Em nosso trabalho,onde muitas vezes as vozes se calam para 'não aborrecer o patrão',será que dizemos tudo o que deve ser dito? Não aquelas reclamações que só visam o nosso próprio interesse,mas as reclamações como as de Isadora: 'Quero o melhor não só para mim,mas para todos" !

Há muito que dizer a este respeito.Há muito que pensar.Mas,sobretudo,há muito que fazer.

Saiba mais em http://www.facebook.com/DiariodeClasseSC

(essa crônica foi extraída do jornal “Jacarepaguá em Destaque”, jacarepaguaemdestaque@yahoo.com.br )

Contatos Glenda Maier : http://www.facebook.com/glenda.maier
glendamaier@hotmail.com

Glenda Maier, nome literário de Glenda Meyer de Aranha Borges. Carioca, formada em Sociologia, professora de inglês por profissão. Participou da fundação e das primeiras diretorias da Casa do Poeta do Rio de Janeiro, onde fundou o DIJ – Departamento Infanto-Juvenil. Autora dos livros Poemas (1991); Prosa Poética (1993); Quase... Contos (1998); Poesia etc. & tal (2002); Talvez Crônicas (2005); Talvez Crônicas Vol II (2007) – livro premiado pela UBE/Rio; Mandrágora – Agenda Perpétua de Aniversários (sem distribuição externa, foi um presente para a família) e Crônicas de Sala de Aula (2009). Presidente da APPERJ de 1996 a 2001. Cronista dos jornais Jacarepaguá em Destaque e Condomínios e Foco desde o primeiro exemplar. Mãe de Guilherme, Antonio Henrique e Letícia. Alguns prêmios e um grande sonho – escrever um romance realmente digno de aplausos.

Confira a entrevista de Glenda concedida ao amigo Selmo Vasconcelos em
http://antologiamomentoliterocultural.blogspot.com.br/2009/11/glenda-maier-entrevista.html

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

CONCERTO MUNDIAL DE VOZES LITERÁRIAS – TIME TO SAY : NO !

DIA INTERNACIONAL DA MULHER – Dia 8 de março

A APPERJ- Associação Profissional de Poetas do Estado do Rio de Janeiro, junto ao PEN International (Londres/GB) e ao PEN Club Áustria farão um "happening" poético, dia 8 de março de 2013, na Cinelândia, Centro do Rio de Janeiro, às 15hs, participando do Concerto Mundial de Vozes Literárias – TIME TO SAY: NO!, pelo direito à educação e à liberdade de expressão, diga NÃO à opressão! Concomitantemente os poemas serão publicados online no site do PEN Club da Áustria. Abaixo o chamamento do movimento.

!cid_D8B141D418AC4F77B59C38CFF905289B@Sergio !cid_C97579CC8F534CEFA225E746991C7530@Sergio

Austrian PEN

TIME TO SAY:NO!

HORA DE DIZER: NÃO!

Em 09 de outubro de 2012, uma paquistanesa de 14 anos, blogueira Malala Yousafzai, levou um tiro, quando voltava para casa vindo do seu colégio. Ela foi atacada por terroristas do Taliban, por causa do seu ativismo em prol dos direitos das mulheres. Ela escreveu em seu blog, que garotas vivendo em Swat-valley são permanentemente impedidas de frequentarem a escola.

Nós não podemos nos silenciar.

Você poderá perguntar por que este ataque importa ao PEN? Tanto quanto ao fato de estarmos contra qualquer forma de violência e nós vemos este covarde assalto, como um ataque a Liberdade de Expressão. Sem escrever ou ler não existiriam livros, poetas, ensaístas e romancistas e estes são as pessoas que o PEN representa. Sem literatura a liberdade de expressão está ameaçada.

O direito à educação é um direito humano universal. É um direito básico que promove e garante a democracia fundada na legalidade constitucional. Isto é independente de ser baseada ou limitada pelo gênero.

Nós temos que ter posições firmes e dizer 'NÃO!' a estes que questionam o direito à educação e aos que querem abolir em parte ou completamente isto.

Por favor escreva um poema, uma pequena história ou, mesmo, uma carta de protesto em sua própria língua.

Nós gostaríamos de registrar este protesto em quantos idiomas fossem possíveis e publicá-lo no dia 08 de março de 2013, Dia Internacional da Mulher, quando nós apresentaremos o Concerto Mundial de Vozes Literárias.

Por favor, envie a sua contribuição para: info@penclub.at

Philo Ikonya, Board Member, PEN International
Helmuth A. Niederle, President PEN Austria

Sérgio Gerônimo, Presidente da APPERJ

Todos os autores concordam que os textos enviados poderão seu utilizados, em parte ou em sua totalidade pela Campanha do PEN Club da Áustria.

Não se esqueça de colocar um pequeno currículo de 5 linhas.

Traduzido pelo associado do PEN CLUBE do Brasil Sérgio Gerônimo, que trouxe o projeto do PEN CLUB da Áustria, a pedido do presidente Helmuth Niederle.

Aguardamos você lá.
Sérgio Gerônimo
Pres. da APPERJ
www.apperj.com.br
www.revistaapperj.blogspot.com
www.facebook.com/apperj1
www.twitter.com/APPERJ1

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013

ARICY CURVELLO

Recebemos essa boa notícia do premiado escritor Aricy Curvello e estamos compartilhando com vocês :

PhotoFunia-2ff6ca “Caros Amigos,

Acaba de ser lançada na França, pelas Editions Jalons, a antologia "Le Printemps du Brésil" ("A Primavera do Brasil"), com vinte poetas brasileiros traduzidos por Jean-Paul Mestas, professor agora aposentado da Sorbonne.

Cada um de nós recebeu apenas um exemplar, em vista do alto custo postal. Em assim sendo, não tenho como enviar-lhes a antologia. Informo-lhes que poderão ver um exemplar e informações a respeito (estou incluído), no grande portal do Selmo Vasconcellos conforme abaixo

CONFIRAM :
http://www.selmovasconcellos.com.br/galeria/estante-literaria/jean-paul-mestas-le-printemps-du-bresil/"

Um abraço do
Aricy Curvello”

domingo, 24 de fevereiro de 2013

ANTOLOGIA GONÇALVES DIAS

GE127.701.A CONVITE

Antologia "Mil poemas para Gonçalves Dias", grande poeta brasileiro.

A participação está aberta para poetas brasileiros e do estrangeiro, de todas as idades, renomados e neófitos (na produção literária); estudantes brasileiros dos vários graus de ensino (crianças e adolescentes).

As poesias devem ser em Homenagem a Gonçalves Dias, ou sobre a sua vida ou obra.

Como são 1000 poesias gostaria de contar também com a colaboração dos senhores na divulgação do Projeto. A participação é sem custos para o autor. Abaixo as Normas.

Saudações Gonçalvinas,
Dilercy Adler

NORMAS DOS TRABALHOS:

a) ANTOLOGIA “MIL POEMAS PARA GONÇALVES DIAS”
- cada Poeta poderá apresentar até cinco (cinco) poemas homenageando Gonçalves Dias. Formato A4, times New Roman, tamanho 12, espaço 1,0.
- enviar adjunto currículo literário resumido(no máximo seis linhas), em que conste data de nascimento, cidade e país de origem; com foto atualizada,
- a aceitação se dar á na ordem de recebimento da (s) obra(s), até se completarem os 1000 (mil) poemas.
- Um mesmo autor poderá mandar uma poesia, caso queira enviar outra obra posteriormente, dentro do limite de cinco (05) por Poeta, poderá fazê-lo, indicando que já enviou uma primeira obra; sendo colocadas todas juntas.
Envio de Poesias para: dilercy@hotmail.com

ESTUDOS E PESQUISAS
- cada autor ou coautor poderá enviar até dois (02) textos, com o máximo de 20 (vinte) páginas, formato A4, Times new Roman, tamanho 12, espaço 1, incluindo bibliografia e fotos.
- ao enviar sua obra, deverá vir acompanhada pequena bibliografia, com foto atualizada, em que conste o motivo de participar da antologia; cidade e país de origem;
- a publicação se dará na ordem de recebimento da (s) obra(s).
Envio de Trabalhos para: vazleopoldo@hotmail.com

POR ORA NÃO TEM PRAZO, VISTO QUE PRECISARÁ CHEGAR A 1000 POEMAS.

Colaboração : Zaira Cantarelli

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Homenagem à Larí Franceschetto

563953_181383405312255_550617365_n

----- Original Message -----

From: Adélia Einsfeldt
To: undisclosed recipients:

Sent: Tuesday, February 19, 2013 7:11 PM
Subject: homenagem ao querido Larí

Boa noite queridos amigos

Edinara Leão através do virARTE de Santa Maria-RS. está preparando uma coletânea para homenagear o nosso querido amigo poeta Larí Franceschetto, que faleceu dia 14/2.

A coletânea terá um poema pequeno do Larí, e um poema homenagem (in memorian)ao Larí, do poeta-escritor que desejar participar.

Vou passar agora o endereço de e-mail da poeta amiga Edinara para que obtenham mais informações: edinaraleao1@gmail.com

Desconsiderem este e-mail, caso já tenham recebido o convite.

Recebam o meu afetuoso abraço.

Adélia

edinaraleao1@gmail.com

sábado, 16 de fevereiro de 2013

INSTANTÂNEO EM SILÊNCIO

OLHOS_z

seus olhos de brinquedo
presos
na câmara dos segredos

Escobar Franelas

Publicado na edição nº 34,do fanzine Versos Livres

Extraído do jornal " O Capital" nº 206 - editora : Ilma Fontes
Av. Ivo do Prado , 948 - Aracaju - SE - 49015.070
www.jornalocapital.com.br

ESCOBAR FRANELAS, poeta e videomaker paulistano, 41 anos, casado, 3 filhos e um neto. Escreve desde a adolescência, e publicou seus primeiros escritos ainda na juventude, em jornalzinhos da escola. Estreou na "literatura profissional" em 1989 com dois poemas na Antologia Poética de Pinheiros, em S. Paulo (Scortecci Ed.).Desde então foram várias participações em concursos literários, antologias e coletâneas.

Em 1998 lançou hardrockcorenroll, SP: Scortecci Ed., livro de poesias com 98 páginas.

A partir de 2006 principiou a escrever contos, poesias, crônicas, resenhas, entrevistas e outros escritos na sua homepage www.recantodasletras.com.br/autores/escobarfranelas e também no seu diário virtual http://escobarfranelas.blogspot.com.

É graduando em História, e membro da União Brasileira dos Escritores.

Confira a entrevista que Escobar concedeu ao amigo Selmo Vasconcelos em
http://antologiamomentoliterocultural.blogspot.com.br/2010/06/escobar-franelas-entrevista.html

domingo, 10 de fevereiro de 2013

QUADRA

Vontade-Desejos-Misturados-numa-Encruzilhada

A vida é uma encruzilhada
e muito se tem a fazer
Nunca parar na estrada
Deixar o destino escolher

Osael de Carvalho

Publicado no fanzine Versos Livres,nº 34

in: "O Caboclo" nºs 814/815 - edição: Osael de Carvalho
Caixa Postal 8009 - RJ -RJ - 21032.970 -

Osael de Carvalho nasceu em Magé, Rio de Janeiro, no dia 08 de fevereiro de 1932 e faleceu em 30 de novembro de 2011.

Oficial de Administração do Município do Rio de Janeiro. Formado em Administração de Empresas, Técnico em Contabilidade, Chefia Administrativa, Relações Humanas, Relações Públicas, Gerência Empresarial, Psicologia das Relações Humanas e Marketing.

Criador e diretor das revistas "O LITERÁRIO" e "O CABLOCO".
Participou de programas de rádio, mesas-redondas, simpósios e debates em TV. Pertenceu a diversas Academias, Federações, Institutos e outras entidades literárias.

Menção Honrosa e Diploma no Concurso Raimundo Corrêa, de poesia.
Prêmio "Melhores de 1998" - Soc. Cultura Latina do Brasil - SP.

Eleito Autore dell" anno 1999 pela Commissione Di Lettura Internazionale das Edizioni Universum, de Trento - Itália.

Publicou livros de poesias, prosas e trovas:"Amor, Amor & Cia. Ltda.", "Ventura de Viver", "Alvorada Interior","Canções de Amor"

fonte: http://osaeldecarvalho.blogspot.com.br/search?updated-min=2012-01-01T00:00:00-08:00&updated-max=2013-01-01T00:00:00-08:00&max-results=20

domingo, 3 de fevereiro de 2013

O MOVIMENTO FEMINISTA E A COMUNICAÇÃO IMPRESSA

 

jornalistas_brasileiros2 Enquanto o mundo assistia, desde a década de 1960, a chamada segunda onda do feminismo, através de vozes como as da norte-americana Betty Friedan e da francesa Simone de Beauvoir, lutando pela descriminalição do aborto e pela abolição da dupla jornada de trabalho, a mulher brasileira ainda tinha sua representação na imprensa restrita a revistas femininas como Querida e Jornal das Moças ,que tratavam exclusivamente de temas relacionados ao mundo doméstico, tais quais: família, moda e dicas de beleza. A mais famosa delas, a revista Claúdia, criada em 1961, chegava a aconselhar as leitoras no casamento: "Se desconfiar da infidelidade do marido, a esposa deve redobrar seu carinho e provas de afeto" (1962); "Não acredite que uma fatia de queijo e um sorriso luminoso podem substituir um jantar malogrado" (1963).

fem Segundo Bernardo Kucinski, no livro "Jornalistas e Revolucionários", nos tempos da imprensa alternativa, até a década de 1970, o movimento feminista quase não tinha representação na imprensa brasileira, sendo inclusive motivo de chacota na imprensa alternativa, tal como no Pasquim. Diz o  autor :  “Enquanto um novo movimento feminista explodia na Europa desde o começo dos anos de 1970, no Brasil a questão da mulher era desprezada por diversos jornais alternativos importantes".

18402f2 Para Kucinski, o movimento feminista tem como precursor o jornal Brasil Mulher,que, lançado por Joana Lopes, com apoio do movimento feminino pela anistia, já  em sua primeira edição publicava no editorial: “…não haverá  liberdade para a mulher enquanto não houver liberdade para o ser humano”. O Brasil Mulher possuía marcada influência esquerdista e tratava de temas como prostituição infantil e aborto, denunciando mortes causadas por abortos clandestinos no país.

c198b0fadd19b6483416c42ea8c58b6a Outros jornais feministas importantes: são  Nós Mulheres (1976), Maria Quitéria (1977) e Mulherio (1981), o mais duradouro deles, que,
produzido por Adélia Borges, nasce no final do ciclo alternativo de publicações, à época da ditadura militar brasileira, e, em 1990, continua a existir.

in:A Revolução (ainda) não será virtualizada: Os fanzines feministas na Era da Comunicação Digital - BARREIROS, Bruna Provazi , Graduanda em Comunicação Social -  UFJF - Universidade Federal de Juiz de Fora, MG http://encipecom.metodista.br/

images

sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

ANTOLOGIA DEL’SECCHI VOL. XX III

No post de hoje, repasso o convite do amigo Roberto Del Secchi para a participação de mais uma antologia.

estudante ANTOLOGIA LITERÁRIA INTERNACIONAL

END: Rua Professora Nina Berger Gonçalves, 180 – Bairro Mancusi. Vassouras  –Estado do Rio de Janeiro- Brasil - CEP. 27700-000 Tel: (24) 2471-1952 - Cel. (21) 9458-4949

E-mail: antologiadelsecchi@oi.com.br 
http://delsecchiantologia.blogspot.com/
http://robertodelsecchi.blogspot.com www.orkut.com.br/comunity.aspx?cmm=45592618

CONVITE

Convido a participar na  Antologia Literária Internacional Del’Secchi, volume XXIII. Obra que reúne poetas, escritores e livres pensadores.  Comemoramos com sucesso a edição XXII, na qual contamos com a presença de 160 autores e 272 páginas.  Em nossas sucessivas edições, 1500 autores já participaram. Alguns tornaram efetivos acompanhando-me desde o primeiro volume. A cada edição nossa tiragem é de 5.000 exemplares, com distribuição nos estados brasileiros e muitos países.

-   A Antologia tem como objetivo, possibilitar o intercâmbio entre autores, ensejar a todos, os encantos do universo das letras, divulgar autores mostrando suas obras e tornando-os conhecidos.  Estarão também em várias universidades, bibliotecas e escolas brasileiras, a exemplo de nossas edições anteriores. Em cada página cabe um texto de 30 linhas, incluindo eventuais espaços em branco. E você receberá em retorno 05 exemplares de antologia por cada página ocupada. O valor de cada página é de R$120,00 que pode ser depositado em conta poupança do banco Bradesco 592896-6 agência 1632-2 e envie o comprovante. O tema é livre e você poderá participar com o número de páginas que desejar, em versos ou em prosa, contos e crônicas. Envie também uma breve informação curricular de 30 palavras e seu endereço para a publicação. Faça a remessa do seu texto em carta ou por e-mail até 20/02/13. Visite o blog delsecchiantologia.blogspot.com.br.

-   Aguardo sua resposta a este convite, pois assim teremos a oportunidade de estreitarmos os laços de uma forma fraterna e literária amizade.

                                       Lidia e Roberto Castro Del’Secchi

Membro efetivo das Academias  de Letras de Engenheiro Paulo de Frontin/RJ; da Associação de Letras de Mendes/RJ; Academia de Letras de Vassouras/RJ; membro correspondente das Academias: Itajubense de Letras/MG; da Academia Poços-Caldenses de Letras/MG; da Academia de Letras Rio Cidade Maravilhosa /RJ;  da Academia Literária Gaúcha - ( ALGA) – da Academia Cabista de Letras – RJ; Da Artpop  de Cabo Frio-RJ,  e do Instituto Internacional de Cultura e Letras de Juiz de Fora - MG, Sócio honorário da Academia Patiense de Letras/RJ;  entre outras...