segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

DIAMANTES

picasso Donquixote

Ernesto nasceu sem braços,
pinta quadros coloridos com a boca
Conta piadas e não acredita
no fim do mundo.
Gosta de champagne e de Roberto Carlos
mas aquelas canções de amor não o deixam comovido

Quando pode, assiste ao pôr-do-sol
da sacada do apartamento.
Seu filho mais novo tem uma banda.
Amargo; quase não reza .

Bebo com os perdedores, às vezes ,
quando erguemos nossos brindes
à  mulher que espera no posto de saúde
com um filho no colo, outro na barriga .

Quatro faxinas na semana,
um marido bebado.
Noites de domingo, na igreja.

E mais um copo de vinho
à menina de 17 anos
abandonada pelos pais
numa tarde de ventanias

Diamantes atirados na lama...
Versos inúteis.

Touché

Ilustração: Pablo Picasso (1881-1973)-'D. Quixote e Sancho'-gravura in Les  Lettres Françaises 18-24 Aout (1955), pg. 12

Nenhum comentário:

Postar um comentário